segunda-feira, 13 de outubro de 2008

O Memorável Fla x Flu da Lagoa

Por Victor Kingma

Um dos jogos mais emocionantes e dramáticos da história do futebol brasileiro foi o Fla x Flu que decidiu o campeonato carioca de 1941.
Eternizado como “O Fla x Flu da lagoa”, o jogo aconteceu no dia 23 de novembro de 1941. O Fluminense, que precisava apenas do empate para se sagrar campeão daquele ano, começou melhor e logo fez 2 x 0, com gols assinalados por Pedro Amorim e Russo.
Incentivado pela sua fanática torcida, que lotou o estádio da Gávea naquela tarde, o Flamengo partiu para a reação, e, ainda no primeiro tempo, diminuiu para 2 x 1, através de Pirilo.
Entretanto, as maiores emoções estavam ainda por vir, na etapa final da partida. Após várias chances desperdiçadas pelos dois times, o Flamengo finalmente empatou a partida, aos 39 minutos, em novo gol de Pirilo. E o jogo se tornou dramático.
O Flamengo, como um rolo compressor, partiu todo para o ataque, e os jogadores do Fluminense, então, passaram a usar um artifício: chutar a bola na lagoa Rodrigo de Freitas, que fica ao lado do campo.
A cada nova bola colocada em jogo, chutavam de volta na lagoa. Renganeshi, defensor tricolor, era quem atirava a bola mais longe. Desesperados, os dirigentes rubro-negros mandaram todos os seus remadores presentes para dentro da água, para apressar o retorno das bolas.
Naquela época, quem controlava o tempo do jogo era o cronometrista. A cada vez que a bola saia de campo, este tinha que parar o relógio, sempre com representantes dos dois clubes ao lado, pressionando.
E os 6 minutos restantes se tornaram uma eternidade. O árbitro da partida, o folclórico Juca da Praia, (foto) além de ter que interromper e reiniciar a partida a todo instante, ainda tinha que ser enérgico quanto à disciplina, chegando a expulsar o atacante Carreiro que fazia de tudo para tumultuar a partida e fazer o tempo passar. Em um lance, chegou a rasgar toda a camisa, para cavar uma penalidade.
Finalmente, após quase quinze minutos de prorrogação e muita agonia de ambas as partes, o cronometrista acenou e Juca da Praia terminou a partida que entraria para a história como o Memorável Fla x Flu da Lagoa. O Fluminense se sagrou campeão e aumentou ainda mais a rivalidade entre estes dois grandes times que sempre protagonizam um dois mais famosos e empolgantes clássicos do futebol brasileiro.

Flamengo 2 x 2 Fluminense
Local – Estádio da Gávea
Data - 23/11/41
Árbitro – Juca da Praia
Público – 15.312 pagantes
Flamengo: Yustrich, Newton e Domingos da Guia.
Biguá, Volante e Jaime.
Sá, Zizinho, Pirilo, Ruben e Vevé.
Fluminense: Batatais, Norival e Renganeshi.
Og Moreira, Spinelli e Afonsinho.
Pedro Amorim, Russo, Romeu, Tim, e Carreiro.

Fonte: http://valdirappel.blogspot.com/

Um comentário:

Warley Morbeck disse...

Maravilhosa essa história. Pena que foi contra meu Flamengo hehehe

Warley Morbeck
http://flamengoeternamente.blogspot.com
http://eternabola.blogspot.com